OLHOS CANSADOS

Meus velhos olhos cansadosMovem-se na direção dos seusAo encontrar o brilho e abrigoTornam-se jovem de novoOs olhos cansados Para refletir a alma em pedaçosVivendo um uma peça teatralSob os olhares da morte sem penaOs olhos cansados se tornaram fatalAo brilho juvenil dos seusMe mostram um brilho ...
Continue Lendo

---

By: Junior Ribeiro
Category: Poetry and poems

CASA ABANDONADA

Tudo aparenta estar tão calmoO dia passa devagar e serenoO vento bate como blues românticoOlho a rua da minha janela E vejo o caminhar da cidadeCom meu coração serenoPreparo um café e fumo um cigarroO vazio desta casa já é costumeiroDe cueca e camisa abertaApesar da bagunça tudo parece estar ...
Continue Lendo

---

By: Junior Ribeiro
Category: Poetry and poems

ENTRE O CORPO E A TESÃO

Porta trancada por amorPelo quarto roupas espalhadasNa cama histórias sem começo meio e fimOuço seus gemidos como uma suave melodiaSeus dedos grudados em minhas costasTudo está tão certoLá fora já é diaOlhares que revelam o desejoA respiração revelando a excitaçãoCabelos bagunçadosE eu ...
Continue Lendo

---

By: Junior Ribeiro
Category: Poetry and poems

SONHO DE CRIANÇA

Foi-se mais uma noiteEu vi ela adormecerAssim como a luaela suavemente se acomodaE deita como um anjoDentro e fora do meu peitoDescobri que a sua respiraçãoTornou se meu recantoLoucos me disseram que a noite é uma criança....Acho que percebi o quanto sou louco tambémPor que a noite é uma crian ...
Continue Lendo

---

By: Junior Ribeiro
Category: Poetry and poems

POEMAS DE UM DESGRAÇADO

Eu sou mais um desgraçadoMais um desgraçado fumanteMais um desgraçado desalmadoMais um desgraçado solitário com o Coração partido e a alma manchadaAndando por aí com o velho cigarro entre os dedosEntrando e saindo de bares de esquinaVendo filmes chatos e entediantes nos olhos das pessoasO fi ...
Continue Lendo

---

By: Junior Ribeiro
Category: Poetry and poems