Notice (8): Undefined index: HTTP_ACCEPT_LANGUAGE [APP/Controller/AppController.php, line 55]
- Prostituta ou serva de Deus?

Prostituta ou serva de Deus?

Livro 1

Font Size:

Acredito que Raabe pensa nisso enquanto olha para aqueles hebreus, e começa a se lembrar de que não teve uma infância normal. Na verdade não teve infância.

Começa a pensar que em nome de seus deuses, sua vida foi entregue a alguma entidade que iria protegê-la e prosperá-la.

Dentro dos padrões cananeus era verdade.

Morava numa cidade que não permitia ser invadida, tinha seus bens, era conhecida até do rei.

Mas quando ia dormir havia uma coisa que a impedia de ser feliz, a consciência.

Como diz certo pregador, a consciência é um tribunal.

Então diante de todas essas leituras em sua mente, num instante ela ousa pensar:

- Será?

Será que eu poderia ter direito a ter uma nova vida?

Será que eu poderia ter direito a conhecer uma pessoa que quisesse ter um relacionamento comigo mais duradouro do que uma relação sexual?

Será que eu poderia ter direito a ter filhos?

Será que eu poderia ser feliz?

Será que eu poderia ter um Deus?

Podemos imaginar que neste momento ela tenha entrado no livro dos salmos.

“Entrega o teu caminho ao Senhor, confia Nele, e o mais Ele fará” (Sl 37.5).

“Agrada-te do Senhor, e Ele satisfará os desejos do teu coração” (Sl 37.4).

Profundo.

Esta pode ter sido a primeira conversão sem ministração.

A graça que entrou naquele lugar e o derramar de Deus ali deve ter sido tão grande, que a primeira coisa que ela fez foi começar a falar o nome das pessoas que ela gostaria que fossem salvas também (cf. Js 2.12,13).

Pediu pelo pai, pela mãe, pelos irmãos.

Família, em primeiro lugar sempre a família. 

Published at : invalid
Category : Articles and Opinion