Notice (8): Undefined index: HTTP_ACCEPT_LANGUAGE [APP/Controller/AppController.php, line 55]
- Diáconos Casamenteiros

Diáconos Casamenteiros

quando a verdade divina acontece...

Font Size:

"E tendo faltado vinho, diz a mãe de Jesus a Ele: Vinho não têm".

"E diz a ela Jesus: O que a mim e a ti, mulher? Ainda não chegou a hora minha".

"Diz a mãe Dele aos serventes (diakonois): O que Ele disser a vós fazei".

Este é o diálogo em grego registrado por João (cf. Jo 2.3,5) utilizado na versão da Sociedade Bíblica do Brasil. Na sua bíblia pode ter variações, mas a mensagem é muito clara: faltou vinho na festa de casamento, e Jesus daria um jeito.

Um jeito não, um milagre. Aliás, este é considerado o primeiro milagre do Senhor, transformando água em vinho (cf. Jo 2.11).

Ocorre da seguinte forma: Ambos (Jesus e Maria) dentre vários, foram convidados para um casamento judaico, que duraria dias, conforme o costume local.

Porém, subitamente acaba o vinho. Maria pergunta se Jesus podia fazer alguma coisa, e depois acaba levando uma bordoada santa, do tipo: cuidado para sua ansiedade não te dominar mamãe.

O Mestre então transforma água em vinho e direciona os serventes a entregar a bebida ao responsável pela festa e ao noivo, salvando aquela família da vergonha pública pela desatenção com os convidados.

Mas o interessante mesmo é como Maria chama os serventes: diáconos (διακόνοις).

Como assim diáconos?

Será que alguém ungiu os serventes a diáconos antes mesmo do primeiro milagre de Jesus acontecer e antes da constituição da própria igreja?

Será que Jesus foi a algum lugar escondido e com uma vasilha de óleo ungido, o Mestre ungiu os serventes a diáconos?

Será que os serventes eram amigos do sacerdote da região que borrifou óleo ungido na cabeça dos rapazes mencionando: servente XYZ, te unjo como diácono na festa de casamento?

Não, não.

Então o que aconteceu?

Nada.

Hein?

Nada. Não aconteceu nada.

Diácono no grego quer dizer algo relacionado a serviço. Pode ser serviçal, servente, atendente, ajudante, e por aí vai.

Ah...

Só isso?

Sim. Para Jesus, Maria e João que escreveu o livro, só isso.

Bem, se para Jesus só isso basta, então tá né...

Esse Jesus...

 

 

 

Published at : invalid
Category : Articles and Opinion