Notice (8): Undefined index: HTTP_ACCEPT_LANGUAGE [APP/Controller/AppController.php, line 55]
- Um Telhado De Vidro

Um Telhado De Vidro

-

Font Size:

 

                                  “Alguma coisa explodiu, partindo em cacos.

                                           A partir de então, tudo ainda ficou

                                                mais complicado. E mais real.”

                                         (Caio Fernando Abreu: Transformações)

 

 

 

Bastava à diretora antipatizar para, logo em seguida, fornecer um “bilhete azul’ a quem quer que fosse: mestres, alunos e funcionários. Desse modo, tenho certeza de que armaram uma boa com aquele professor. Assim que ouviu esse meu comentário, alguém que estudou comigo, nesse período, divergiu:

-Cá pra nós, ele sempre foi metido a D. Juan.

-Por isso mesmo. A diretora nunca foi, nem um pouco, com a cara dele, portanto ela poderia tê-lo colocado para correr de lá, há muito tempo. Só que esperou o momento oportuno para degolá-lo e da maneira mais vil.

Pouco antes de me tornar aluno dele, já sabia por alto quem ele era, pois a sua fama percorria todo aquele colégio. Era “Deus no céu e ele na terra” e, de preferência, sobre um pedestal! Comumente, ele expressava o seu ponto de vista, durante as aulas, sempre fincado em princípios éticos e morais. O seu poder de persuasão fazia que os alunos o superestimasse cada vez mais.

Qualquer possibilidade em colocá-lo no olho da rua era sempre descartada pela diretora, pois ela sabia perfeitamente que tal atitude desencadearia uma grande guerra naquele colégio. Seria mais fácil ocorrer o contrário, mas aquela situação logo se inverteria.

Antes que fosse cogitado promover um levante em prol de sua permanência no colégio, todo mundo já estava a par do real motivo que culminou com a sua demissão: um envolvimento amoroso dele com uma aluna que, por sinal, não foi à única seduzida por ele, conforme tomei conhecimento, depois.

Era inacreditável! Logo ele que tanto se orgulhava em falar, aos quatro ventos, do seu sólido e feliz casamento. A veneração que todos tinham pela sua pessoa ruiu feito um castelo de cartas, assim que a verdade veio à tona.

 

 

Published at : invalid
Category : Short story