A Tua Áurea

-

Font Size:

Dúvida nenhuma eu teria

de que o poeta dos escravos

não iria perder a chance

de um poema conceber para

celebrar a abolição da escravatura.

 

Como não me chamo Castro Alves

e não tenho nenhuma ambição

de me tornar o trovador do 13 de maio,

resta-me, então, a sua áurea decantar.

 

Estou ciente de que não pertence

a nenhuma realeza, assim mesmo

eu não encontro nenhum percalço

que me permita coroá-la princesa.

 

E se tudo em demasia é veneno,

envenenado estou, pois perdi

 a conta das vezes em que eu

clamei para ti todo o meu afeto. 

Published at : invalid
Category : Poetry and poems