Grandes cidades, pequenos homens

-

Font Size:

 As luzes queimam a retina e cegam-lhe conforme você tenta encará-las. A resistência é inútil. Os prédios se fundem às estrelas, porém não atendem a nenhum pedido. O silencio grita cada vez mais alto, até ensurdecer os indivíduos. Cegos, surdos, tornam-se apenas mais uma atração da grande cidade.

 A transição de humano para boneco se deu através de uma névoa prazerosa, a qual recebeu o nome de "evolução". A névoa se solidificou em edifícios, eletrônicos, asfalto, automóveis e outros elementos tao barulhentos e brilhantes quanto. Entretanto, esta sublimação acontece de forma única, envolvendo cada pessoa em sua própria cápsula nebulosa.

 Cercar-se-ão de todas estas matérias para que não exista nenhum espaço livre, nada que permita este cidadão urbano notar que isolou-se tanto do mundo que já não faz parte dele, é um mero espectador. Ao perceber que está preso a um filme pelo qual não pagou, este indivíduo se perde. Perde-se em doenças, vícios... Perde-se em si mesmo.

 

Published at : invalid
Category : Articles and Opinion