Exemplo da tartaruga

Font Size:

O sol raiava brilhante e forte sobre a imensa montanha que ficava ao leste da antiga casa de quatro gerações. Pedro acordara mais cedo naquela manhã, pois havia recebido uma missão toda especial de seu pai: ia até ao outro lado do grande rio, pastorear suas ovelhas. Devido as fortes enchentes causadas pelas águas das chuvas torrenciais dos últimos dias, elas haviam permanecido isoladas, no outro lado do grande rio.

- Filho muito cuidado com a correnteza das águas.

- Sim pai, eu vou ter muita atenção.

- É que, como as chuvas caem há muito tempo, a enchente é alta e pode fazer com que a correnteza vire o barco.

- Mas eu vou ter cuidado. Pode acreditar, pai! Disse ele.

A travessia não foi nada fácil; mesmo sem chover, o rio ainda “roncava” com tanta água que por ele passava com grande força. Pedro, que só tinha feito aquele percurso junto ao pai uma outra vez, encontrou algumas dificuldades para dominar o remo. Depois de 15 minutos de braçadas contínuas e respiração ofegante, ele conseguia atravessar o extenso rio. 

Ali, enquanto encostava a pequena jangada, avistara uma grande tartaruga, caminhando lentamente sobre aquele chão esmorecido pela insistência das águas. Ao observá-la andando naquela lentidão, o quase rapaz de 13 anos de idade, parando bem ao lado dela, passou a imaginar de como, também na vida da humanidade, muitas vezes precisamos ter a mesma paciência da tartaruga; tendo de saber esperar que tudo aconteça ao tempo certo ou que algo se resolva, sem que "apressemos os passos do viver". Ele ainda pensava de que, assim como aquele animal, as pessoas deveriam, calmamente e com total controle de suas ações, procurar romper os vários obstáculos que vão surgindo ao longo da caminhada de suas vidas, sem desistirem jamais de seus sonhos e ideais, para, somente após superá-los todos, tranquilamente e com o caminho livre, poder seguir adiante, sem nenhum impedimento pela frente.

Aquele pensamento fez brotar em sua mente uma certeza: na vida, a paciência e a perseverança são virtudes fundamentais para se alcançar as conquistas desejadas. Em seguida, o garoto seguiu para junto das ovelhas de seu pai e ali permaneceu no cuidado das mesmas. Já aquela tartaruga que, especialmente naquele dia lhe passou verdadeira lição que levaria para toda sua vida, seguiu, lentamente seu caminhar rumo a outros horizontes, tortuosos ou não. 

Published at : 18-04-2017
Category : Short story