Notice (8): Undefined index: HTTP_ACCEPT_LANGUAGE [APP/Controller/AppController.php, line 55]
- Difícil Expressar em Palavras

Difícil Expressar em Palavras

Font Size:

O que eu ainda sinto por você, é difícil expressar em palavras, pois eu, sinto falta de tudo o que é seu.

Acabou o café e os papéis aqui em casa, também. - E só consigo sentir minha garganta secar e os meus pulsos cheios de sangue coçarem!

Quando você estava aqui, era mais fácil compreender meu mundo e sentia muita liberdade ao seu lado, mas agora, tudo voltou à escurecer.

Lembro-me do dia em que te conheci. - Você com aquele tênis da Coca-Cola, ouvindo Teddy Picker do Artic Monkeys e com roupa de hipster.

Dos conselhos que você me deu por ser diferente. - E queria que minha deficiência se tornasse uma coisa comum e não, uma piada feita pelo Rafinha Bastos.

Mas também, lembro das brigas, da sua falta de paciência em lidar com os meus cortes...

''Você nega em acreditar em Deus!''

E lembro quando eu te pedi ajuda e você me deixou deitado no chão do banheiro porque não sabia mais o que fazer comigo, pois, você dizia que eu era um caso perdido!

As brigas diminuíram, pois, parei de fazer merda e voltamos à ser felizes, novamente.

Mas agora, o problema era meu cigarro, pois, eu fumava um atrás do outro e você odiava aquele cheiro forte de Minister vermelho.

Brigamos mais uma vez, mas você se deitou na minha cama, conversou comigo e dormiu. - Mas você, foi embora antes que eu acordasse.

Entrei dentro do meu carro e fiquei pensando em nós. 

Lembro que, faltou paciência quando você se cortava, quando você fumava e quando você surtava e me empurrava pra fora muito além do sofá.

Nós dois erramos, mas fomos felizes enquanto, durou tudo.

Mas agora, vou fumar mais um cigarro, pois a noite acabou de acabar.



Published at : 30-04-2017
Category : Short story