Notice (8): Undefined index: HTTP_ACCEPT_LANGUAGE [APP/Controller/AppController.php, line 55]
- AUSÊNCIAS

AUSÊNCIAS

O coração tortura, a ausência dói.

Font Size:

Virgem lânguida 

Das tantas mortes

E tantas vidas

Que teus beijos

Me marquem

Os lábios de poeta

Nas chegadas

E partidas


Que teus prantos

Me deem a audácia

De me sentir sofrer

A tua ausência forte

Nas noites púrpuras

Fugazes e amenas

E que insistem

Em mim morrer


Que teus delírios

Me comovam a lágrima

Da verdade pura

Do meu sentimento

E que doloroso

Seja o pensamento

De te perder

na amargura


Que dos teus cabelos

O perfume invada

E permaneça todo dia

Em minha janela

Para que te sinta

Junto a mim

Sempre que o sol

Repouse na mobília


Virgem lânguida

Do meu amor

Dos lábios encarnados

De juventude

Volte e não hesite

Em me fazer a felicidade

Pra descansar

Os olhos encharcados


Virgem tão formosa

Espero com ânsia

As horas

E os segundos

Em que como brisa

Me refresque

A janela da minha vida


Rene Barbosa

Published at : 21-06-2017
Category : Poetry and poems