Notice (8): Undefined index: HTTP_ACCEPT_LANGUAGE [APP/Controller/AppController.php, line 55]
- O ATO

O ATO

Um amor que morre, vive pra sempre.

Font Size:

Eu muito ainda

Filmo as noites

Num instante

De depressão


As luzes da noite

São como ruelas

Que tanto confundem

A minha visão


E os sons da tarde

Como fios de fumaça

Rodopiam, desenham e

No vento se vão


Existem agora

Na minha cabeça

Mensagens de dor

E culpa nas mãos


E vozes que gritam

Que fogem

Que ficam

No coração


Medo da vida

Traumas, fadigas

Ânsia por morte

Resistirão


Ao passo que,

Na minha vida,

Que resta e viva

A tua expressão


Tão expressiva

Como quem grita

Por ar nas narinas

E divino perdão


Tua alma e a minha

Ambas feridas

Encarnadas de sangue

No chão do salão


Rene Barbosa











Published at : 22-06-2017
Category : Poetry and poems