Notice (8): Undefined index: HTTP_ACCEPT_LANGUAGE [APP/Controller/AppController.php, line 55]
- Encaixe

Encaixe

Ou sobre as palavras que profanam o amor

Font Size:

Gostava do que era humano, dizia que as coisas humanas eram imprecisas e por isso, lidar com elas era sempre uma aventura. Nada que se aplica as coisas-objetos se aplicaria as coisas humanas, nada. Isso até ser tomado por um hábito sistemático e estranho, olhar os lábios de uma mulher que admirava. Notou uma precisão absurda naquela carne, contornos tão particulares que pareciam se definir em relação a função de encaixar na sua. Os lábios dele definidos pra ela. Um absurdo, como pode? Como pode uma boca servir a um encaixe? Encaixe. Palavra profana do mundo das coisas-objetos. As coisas que encaixam não existem por si, dependem de outra. Um vício, uma maldição. Onde há determinação não há aventura, o destino preexiste e diminui as pluralidades até a unidade mais concisa e funcional. Foi um tremendo desencanto perceber que o que havia entre eles era tão banal quanto o que há entre interruptores e tomadas.

Published at : 11-07-2017
Category : Poetry and poems