Notice (8): Undefined index: HTTP_ACCEPT_LANGUAGE [APP/Controller/AppController.php, line 55]
- Coração

Coração

Font Size:

Compreendo o quanto está magoado coração, batendo acelerado. Assim em arritmia, sentindo cada cicatriz que te entoa. Não agiu com sabedoria em suas escolhas, não zelou pelo seu conforto e carinho. Venhamos e convenhamos, o coração fica enamorado por aqueles que não o valorizam. Arrematando-se, derretendo-se, suspirando e atrevendo-se, liberando essa endorfina que me enlouquece.

Cego coração, não enxerga, não quer notar. Querendo somente sentir e se enlaçar vagarosamente. Coração valente, coração febril. Apaixonando-se e me deixando por um fio. Eu sua fiel consorte, aquela que te carrega no peito. Tudo se torna complicado, você rebaixa, entoa faltando saltar pela boca. Ao avistar o que toda artéria desejou, não percebendo apenas sentindo o amor.

Coração exagerado você é incabível. Ama cegamente não se importando com o efeito. Já que afinal, você sempre me sopra no vazio. Fica aqui comigo, nesse peito que acelera sozinho. Coração corajoso, tenho orgulho dessa sua falsa coragem. Dessa imagem de coragem que aparenta dessa sua intolerável persistência. Entregando-se docemente, assim sem nenhum véu, despido de temores. Sem barreiras, puramente e singelamente transparente. Fragilmente aflito e contente.

Coração apaixonado segue oferecendo-se sem amarras, sem saber se correspondem seus sentimentos. Sem detectar as mentiras, vendado pela neblina da saudade. Pulsa fortemente fazendo com que o corpo todo entre em erupção. O estômago sente o borboletear, os olhos jamais vislumbraram preciosa perfeição imperfeita ao caminhar. Congelam as horas, os ouvidos não mais escutam, sinos tocam e passarinhos cantam, mesmo não podendo escutar.

Coração amado, neste breve momento estamos perdidos, você pulsa inquieto. Pulsando, obriga o cérebro a reconhecer a imagem admirada. Ao desenrolar um conto de fada, já está caidamente arrebatado. Podendo tudo simplesmente desmoronar, como um castelo de cartas. Um belo castelo de cartas, todas elas de amor para um coração desesperado.

Coração teimoso, não quer saber, segue sofrendo o seu derramar de lágrimas. Sendo ferido, magoado, cicatrizado. Existe ainda esperança de um amor que para nós está guardado. Coração ferido, invejo essa esperança que sustenta aqui em mim, mesmo estando calejado. Assusta-me a sua certeza das incertezas que tem murmurado.

Published at : 08-01-2018
Category : Articles and Opinion