Notice (8): Undefined index: HTTP_ACCEPT_LANGUAGE [APP/Controller/AppController.php, line 55]
- enfim, cada aniversário

enfim, cada aniversário

Font Size:

Quando nasceu, não chorou. Devia estar curiosa demais com o novo mundo ao qual chegara, então simplesmente observou. Nasceu quieta, pequenina, medrosa e tímida. Com o passar dos anos, não aparenta mais a fragilidade do seu nascimento, mesmo assim ainda precisa de quem afague seus cabelos. De quem diga que tudo dará certo. Cultivou a timidez do desconhecido, a esperança no futuro e os sonhos do passado. Chegou a certa idade com a alguma lágrimas derramadas, os suspiros detalhados, afagos e chamegos, os amores e terrores do fim da adolescência. Sendo essencial crescer, escreveu uma nova página. Balsamou os próximos capítulos, aceitando com coragem as dúvidas que surjam. Recordando as prendas infantis e projetando sonhos escondidos. Ao passar desses anos, nasceu novamente. Ferem-se as feridas abertas, cicatrizam-se as lágrimas ácidas. Comemoramos com rosas espinhosas de cada aniversario. A cada badalada uma nova aventura, a primeira vista não há qualquer mudança perceptível. Sendo que a cada novo ano adicionado em sua idade, a maturidade revela-se mais próxima. Não pode simplesmente apagar seu passado, nem guarda-lo esquecido na última gaveta da sua consciência. Necessita-se usar as vestes da experiência para seguir cada dia desses aniversários comemorados.

Published at : 23-01-2018
Category : Articles and Opinion