Notice (8): Undefined index: HTTP_ACCEPT_LANGUAGE [APP/Controller/AppController.php, line 55]
- Entre vírgulas

Entre vírgulas

Font Size:

De minha parte, aqui sou obrigada a confessar, sempre preferi o que fica entre vírgulas. Dentro das vírgulas, mesmo que eu esteja dizendo que não, estou sendo desmentida. O que borboleteia como acessório, retirada a objetividade chata e linear, normalmente diz tudo o que realmente importa. Afinal eu acredito que a verdade, se alguma verdade há, é tão tímida que vive se escondendo nos detalhes. Pode ser coisa de gente louca, afinal sempre guardei semelhança com os loucos, mas não tenho nenhuma intenção de parecer mais sã do que sou.Das minhas tantas loucuras, e loucuras nunca andam sozinhas, essa é uma das mais divertidas. Fico realmente muito feliz em descobrir, ainda que demore um pouco mais do que o normal, que tudo cabe entre vírgulas. Para um bom entendedor, para aquele que gosta dos sussurros, elas acabam confessando. E os segredos assim confessados, por mais truncados que sejam, são os únicos que merecem registro. É que nenhum amor, porque amor não é coisa simples, consegue viver fora das vírgulas. Dentro de tudo que você já rabiscou, de tudo o que eu já escrevi, tem uma coisa que foge a nós. Essa coisa que eu digo, essa coisa que eu venho dizendo, só você vai entender.Esse bicho que pula, se alguma coisa for, eu acho que sei o que é. Agora mesmo, aqui escondido como aposto, ele continua pulando. Essa coisa boba e linda, o amor, é mesmo intrometida.

Published at : 02-07-2016
Category : Poetry and poems