Letícia Moreira

Artist

Bio

Aquariana,20, carioca de criação. Aprendiz de escritora por natureza, amante da arte especialmente da literatura <3

Posts

Dei meia volta

Dei meia volta, fitei o chão e deixei o cigarro lentamente se apagar no chão. Eu havia desistido, passei muito tempo esperando por alguém que já tinha decidido ir, mas ainda sim desapegar era doloroso. O cordão ainda estava em minhas mãos, ainda sentia as letras gravadas num pingente de coraç ...
Continue Lendo

Category: Poetry and poems

Menino bonito

Se conheceram, trocaram olhares fumegantesSorrisos radiantes, dedos sobre uma pele deslizanteDuas bocas descobrem juntas, o paraísoRespiração ofegante, sangue ferve nas veiasE então tudo ao redor incendeia Ah menino bonito, me tira todo juízoJoga minha roupa no chão, me leva ao paraísoSem rec ...
Continue Lendo

Category: Poetry and poems

Prima-vera

Toda vez que eu penso, toda vez que eu lembro... Minha maquina do tempo quebrou, estou impossibilitada de fazer uma viagem ao passado, mas toda vez que eu fecho os olhos, Lá estou. Eu... E você. Correndo sobre um jardim esverdeado num sol ameno de prima-vera, sorrisos estampados e ensolarados. Era ...
Continue Lendo

Category: Short story

Sereia sou

Eu disse que ia para o mar,Queria ser uma sereiaGanhar caldas ao tirar os pés da areiaVer as ondas quebrandoFim de tarde na praiaQuis pertencer, no mar florescerAli tinha uma magia únicaQue me fazia querer transcenderNão resistir, o mar me chamouNão tenho mais pernas, tenho caldasE hoje, serei e ...
Continue Lendo

Category: Poetry and poems

Bilhete premiado

Um sentimento novoQue surgiu de repenteGradativamente está crescendoTomando lugar em mimAcho tão belo toda essa históriaTão belo quanto teus sorrisos queEstão em minha memóriaLaços invisíveis ligam a genteE sinceramente não precisa deFormalidades para eu querer ficarApenas com você sem des ...
Continue Lendo

Category: Poetry and poems

Tem um isqueiro aí?

- Tem isqueiro? – perguntaram os três em uníssono.Eles se entreolharam no mesmo momento, deixando escapar um sorriso de cumplicidade. Carlos foi o primeiro a acender o cigarro, em seguida os outros dois .Luísa estava saindo da aula e Bruno voltando trabalho. Ambos pararam no vendedor ambulante ...
Continue Lendo

Category: Short story

Por isso escrevo

Escrevo porque necessito esvair de mim a emoçãoAquilo que em mim transborda. Emoções plenas de uma vida tortaSob linhas qualquer me encontro, escondo, defendo. ExistoFiz da poesia meu lar, diante das curvas da vidaDas ondas frenéticas Que teimam em me derrubarEscrevo porque a vida já não me b ...
Continue Lendo

Category: Poetry and poems

Universos paralelos

Galáxias e planetas distantes Saem de orbitas Meteoros procuram ávidos seus planos alvosEnquanto tudo se move no espaçoAqui embaixo as pessoas também se movemSeres tão pequenos Diante um universo vasto, imensoHumanos que não notam sua fragilidadeSua inconstância e pequenezOs planetas circulam ...
Continue Lendo

Category: Poetry and poems

Estilhaços

EstilhaçosVazio. Solidão. AngustiaO peito chora, se desesperaDesalentado o coraçãoProcura meios de continuarA casa não é a mesmaAcordar não é mesma coisaA vida não é igualResistir é preciso para continuar de péA gente sempre encontraUm jeito de não sucumbirDiante das grandes ondasUm mei ...
Continue Lendo

Category: Poetry and poems

Um sapato azul em cima do baú

Um sapato azul em cima do baú. O resquício de tudo se resumia nesse objeto e na lembrança que ele remetia. 12 de fevereiro. Eu estava lá. Entediada, cansada. Cansada daquelas superficialidades esdrúxulas. As risadas ecoavam da sala, toda aquela gente rindo e eu me sentindo tão entediada. Olhe ...
Continue Lendo

Category: Short story