Notice (8): Undefined index: HTTP_ACCEPT_LANGUAGE [APP/Controller/AppController.php, line 55]
User profile

Manoel Brendo

Artist

Bio

Haikai - Verso Livre. Cronista em tempos de tédio, Romancista em tempos de tristeza. Poeta Cômico ultra grotesco.

Posts

Tristeza

Madrugada choroLágrimas de FogoQue penetram. + ...
Continue Lendo

Category: Poetry and poems

Reciprocidade é milagre

Primeiramente. É baseada em fatos reais, de uma homem e uma mulher. Havia um homem muitíssimo apaixonado, fazia de tudo por ela, se declarava para ela toda noite antes de dormir, algumas poucas vezes acordava cedo somente para ser o primeiro a lhe dar bom dia, pelo celular. Toda quinta ela ia para ...
Continue Lendo

Category: Short story

Dor

A cada diaA dor ia fluindo,De órgão para órgão,Ao Chegar no coraçãoEla o tomou para si.A dor não iria sair,Não facilmente.Era alimentada com perdas,Decepções a fazia ainda mais forte,E assim, a dor prevaleceuEm meu homogêneo corpo.A busca incessante para felicidade,E retirada da dor, doí ...
Continue Lendo

Category: Poetry and poems

Madrugada

A madrugadaÉ uma realidade distintaDesta em que vivemos,É um fundo do poço sem fimPara os poetas,Que choram em seus poemas.Cigarros, caféE a imaginação, Se tornaram uma maldição,Para quem vive a madrugada,E que os poetas permaneçamSóbrios em seus poemas.A madrugada é o desabafo,Dos q ...
Continue Lendo

Category: Short story

Machismo?

Em minha opinião, o machismo é supérfluo. Não deve existir. Já parou para pensar em como criará seu filho? Como será as amizades dele? Com quem ele conversará pelas redes sociais? Se são boas pessoas ou não. Já parou para pensar, que talvez seu filho vire machista?Eu sou homem. Provavelme ...
Continue Lendo

Category: Articles and Opinion

Lapidar

Estou longeDe me torna perfeitoSou imperfeito + ...
Continue Lendo

Category: Short story

Transferências

Transferências de dorPara um papel,Em uma corQue não há vida,Apenas morte,Uma de completa veemência.Algumas podem ser com amor,Somente para não esboçar muita dorHáTransferências de vários sinônimos Que apaziguam a alma.Transferências de seres,Amáveis e imensuráveisQue transbordam d ...
Continue Lendo

Category: Poetry and poems

Vida?

É um soproQue na menor tristeza,Mesmo exacerbada,Pode ser apagada. + ...
Continue Lendo

Category: None

Vida?

É um soproQue na menor tristeza,Mesmo exacerbada,Pode ser apagada.Vida, fragilmente pode ser extinta,Repleta de seres falhos,Porém há alguns amigáveis,Que no momento exatoSe tornam absurdamente amáveis.Vida, é complexidade puraCheia de impurezas Que não tem classificações suficientes,P ...
Continue Lendo

Category: Poetry and poems

3D-Vestuário

Ah! Sádicos na proporção exataEssa turma que exala união,Sempre a postos Frente a multidão,Encaram tudo com veemência! Criativos ao ponto De criar universos paralelos,Onde se tornam o ápice De beleza, famaE indubitavelmente Uma turma única.Uma mistura de personalidad ...
Continue Lendo

Category: Poetry and poems

Realidade

Ela é nua,Crua,Grotesca,E assustadoramenteUm caos poético.Ela não irá te deixar feliz,Não por muito tempo,Vai impedir seus sonhosE te deixar para baixo,Sempre que for possível.É uma onde que varre o mundo,Com tristeza e amargura.Se não olhar para frente,Perante seus obstáculos,Vai se tornar ...
Continue Lendo

Category: Poetry and poems

Positividade

Positividade = Complexidade. Na maioria das vezes, tudo começa errado, ou termina errado, é um ciclo contínuo dessa miserável vida. Infelizmente é, porém há como reverter isso com pensamentos tipo: Em breve concluirei minhas metas, meus sonhos, terei um homem carinhoso, atencioso, român ...
Continue Lendo

Category: Articles and Opinion

Tempo

Tempo.Para quê? Para vivermos o suficiente esta vida medíocre? Talvez algumas pessoas não tenham tempo para isso. Vivemos em um mundo monótono. Onde pessoas se refutam da própria existência. Indubitável que em breve não teremos mais um. O tempo é constante, você não poderá voltar 5 ...
Continue Lendo

Category: Articles and Opinion

Vazio

Diariamente eu sinto,De algo...Em minha vida tão medíocre,Que não há um rumoOu objetivo certo. É um vazio inexplicável,Em meu âmago, que ali, Permanece fixo, colado,Distante da realidade.Um vazio,Que é preenchido, A cada dia, Com decepções, E ilusões.Uma vazio&nbs ...
Continue Lendo

Category: Poetry and poems

A floresta

Eu estava mergulhado em um sonho tão belo, que cheguei a pensar se era verdade, e era... O fim da vida humana. Era belo. Ver os tolos. Corruptos em busca de vida. Era uma floresta completamente sem vida. Os únicos seres que emanavam um resquício de vida, eram as árvores. O mundo se entregou ...
Continue Lendo

Category: Short story

A salvação fora deste mundo medíocre?

Eu costumava apreciarA vida em si, E deveras,Era fútil.Então vi que nas nuvens,Poderia existir vida,E de fato existe,É comprovado e irrefutável.Mas, existiria vidaFora deste mundo? Tão mediocremente habitado,Por seres medíocres.Faço-me todo diaA mesma pergunta ao anoitecer.Pois não ...
Continue Lendo

Category: Poetry and poems

Fome

Tenho uma fomeInsaciável, Por novas paixõesNovos conhecimentos,E indubitável, por pessoas.Uma fomeQue ao luar,Chega em seu ápiceDe desejo,De intangivelmente belo.Uma fome em meu corpo...Que necessita de outroDe outro ser... Para me completar, ouSomente amar. + ...
Continue Lendo

Category: Poetry and poems

...

Ah! Como o amor É absurdamente lindo,Duas complexidades,Que com uma simples amizadeTornaram essa simplicidade. Ao meu ver,Estes dois simples seres,Que com um singelo abraço, Exalam beleza de forma indubitávelQue acaba se tornando imensurável.O amor é benevolente Nunca ausent ...
Continue Lendo

Category: Poetry and poems

Quantos menos se fala, mais sente.

Sempre fui inconstante em toda  minha vida. Porém não fui em relação a sentimentos, sempre senti demais, falei de menos... Com o passar do tempo aprendi como é ser um humano, um homem. Virei machista durante um tempo em minha vida, fui reprendido por minha mãe. Virei homem. Comecei a ajud ...
Continue Lendo

Category: Short story

Eu:

Eu sou inconstanteSofro,A todo instante.Eu sou um serGrotesco, Pois não seiViver.Demasiadamente choroEu sou,Um homemQue não saberá viverApenasQuerer sempre morrer.ExacerbadamenteLamento minha Dor diariamente,Que indubitávelNão sairá. + ...
Continue Lendo

Category: Poetry and poems

Sentimentos

Ah! Sempre fui assimEscrever sobre sentimentosQue não se passavaApenas por breves momentos.Como são belos a sua maneiraCada sentimentoCada expressão do mesmoComo a esmo de ser indubitávelSentimentos... Sentimentos.Alguns homens sem elesNão sobrevivem por muito tempoAh!Sentimentos, a cada exalad ...
Continue Lendo

Category: Poetry and poems

Que mulher

Que mulher!Demasiadamente espontâneaQue não exacerba aleatoriamente.Seu senso é imensurávelE é indubitável,Que será feliz.Que mulher!Emprestaste singelamente Metade de seu coração.Sem uma razão, de início Queria lhe dar um beijão.Age de uma maneira fascinanteEm minha presença, ...
Continue Lendo

Category: Poetry and poems

Paz interior

Essa paz que emana de meu corpoUma paz pura peculiaridade,E não vem Com uma certa 'idade'São doses de amor próprio e vergonha,Doses essas que a vidaTrata de distribuir a cada dia,Você é encarregado de toma-las,Ou joga-las.Viver nessa paz interior Decerto o seu amago seráInfinitamente ...
Continue Lendo

Category: Poetry and poems

Sentimentos²

Sempre fui assim. De escrever sobre sentimentos, mas alguns não passavam de um singelo momento. Meu amor nunca será passageiro. indubitavelmente nunca corriqueiro. Ah! Sentimentos, Tão complexos, Tão inconstantes. Sentimentos, que nunca Passem de simples momentos. E que seja ...
Continue Lendo

Category: Poetry and poems

Insanidade

Escrevo para ter ainda um resquício de sanidade, caso não escrevesse, Eu provavelmente adoecesse. Que vida repleta de loucuras que não posso desfrutar e muito menos apreciar, pois estou tentar continuar. Com essa leve sanidade que me resta em mim e para com os fúteis homens resta ...
Continue Lendo

Category: Poetry and poems

Cigarros

O leve ar de nicotina que impregna em sua alma, já impura. A fumaça exalada juntamente com incontáveis problemas. Pequenas fumaças que transmitem uma pequena paz, paz que é contaminada com guerra, guerra entre sentimentos. Fumantes exacerbados, não sofrem. Não temem a m ...
Continue Lendo

Category: Poetry and poems