Notice (8): Undefined index: HTTP_ACCEPT_LANGUAGE [APP/Controller/AppController.php, line 55]
User profile

Ionara Costa

Artist

Bio


Posts

O homem da lua e a rosa

Algo mudou na escuridão dos meus dias Há algo diferente em mim Eu que fui condenado a não sentir o toque dos amores terrenos A ser prisioneiro dos meus erros passados Tenho ouvido uma voz doce que me chama pelo nome Doce feito sabor de maça do amor Corroendo o pobre coração envenenado P ...
Continue Lendo

Category: Poetry and poems

Abraço

Tem dias que só precisamos de um abraço amigável, Sem palavras de consolação ou arrependimento, Há momentos que o silencio diz tanto, Te peço, Me deixa encostar minha cabeça em seu ombro, E pensar um pouco sobre a loucura que me cerca, No que está acontecendo, Enquanto acalmo meu co ...
Continue Lendo

Category: Poetry and poems

dois olhares

em trocas de olhares, quem sai ganhando é beijo. ...
Continue Lendo

Category: Poetry and poems

Amar-te

Se eu fosse amar-te, Caminharia mil anos luz até ti, Sem pedir a passagem de volta, Estrangeiro que sou, No planeta que se fez meu, Respirando a secura dos seus ares, Me queimando no seu olhar vermelho, E na quentura dos seus beijos solares, Ah se eu fosse a marte... Teria a desculpa per ...
Continue Lendo

Category: Poetry and poems

A cor do Amor

Se o amor tivesse cor... Com certeza seria um vermelho encarnado, Com tons de loucura e mancha de batom, Teria pitada de pôr do sol alaranjado, E a luz mais indecente da lua, Então me diz coração quais são suas cores? ...
Continue Lendo

Category: Poetry and poems

Sorrindo

Estar contigo é como escutar Los Hermanos e ficar rindo sozinho para o teto. É sair dançando valsa no meio da rua,e pensar que está nos salões de Viena. É viver em estado de graça, ou de plena loucura. ...
Continue Lendo

Category: Poetry and poems

Pobre poeta

O poeta resolveu escrever de amor, catou todas as palavras melodiosas. Depois, lembrou dos amores mal-amados, chorou até inundar o (in)cômodo, bebeu todas as doses de água-ardente, sentiu a dor fantasma queimar seu coração. Ele exagerou! A vida cruel dos poetas amadores, como última tentativ ...
Continue Lendo

Category: Poetry and poems

linguagem de discórdia

cade você? Eu ainda espero sua resposta, Será que te interessa, Joga conversa fora, Será que você gosta, Do meu palavreado, Tão desconexo e raso, Linguagem de discórdia, A lingua-arma corta, Causando o embaraço, Arrancando no beijo cada pedaço, O meu desejo te desafora, Pretexto para te ver ...
Continue Lendo

Category: Poetry and poems

os meus dias

Por onde andei, e tudo que fiz me trouxeram até aqui. De frente para o espelho vejo alguém... Um eu além de mim, que faz o passado ser presente. Das dores que senti está foi a maior. Saber que tudo o que sou e não sou vem daqueles dias, que eu calava e escutava, me escondia e mentia. O peso dos ...
Continue Lendo

Category: Poetry and poems

a última rosa

Pegue a ultima rosa que lhe dei, Guarda na página do seu livro preferido Aquele, que há muito tempo por você foi esquecido. Não, não diga uma última palavra, Feche a porta ao sair Vá embora, História longas e mal resolvidas, Merecem um breve ponto final. ...
Continue Lendo

Category: Poetry and poems

última palavra

Pegue a última palavra que me disse, E jogue fora, Não guarde mágoas, Não as segure como uma faça entre seus dedos, Pois cortes profundos, Deixam cicatrizes abertas. ...
Continue Lendo

Category: Poetry and poems

vermelho

Eu gosto de vermelho, Da cor de menina envergonhada Eu gosto de vermelho, Da cor de fogo em brasa, ardendo e ardente, Eu gosto de vermelho Cor de sangue vivo e pulsante, Eu gosto de vermelho, Da cor de desejo, intenso e profundo, Eu gosto de vermelho, Cor de carmim nos seus lábios e tecido da minha ...
Continue Lendo

Category: Poetry and poems

quem fez a poesia

A poesia é obra da saudade transbordada, que habitava o coração apertado ...
Continue Lendo

Category: Poetry and poems

Em você

Tenho pensado em você, sei que não deveria, é contra-indicado inalar o perfume da rosa envenenada de paixão. Sinto que Você me deixou em pleno alto-mar,a deriva e contando os dias. Então, para onde ir? Minha bússola está quebrada,só aponta na sua direção, Perdida estou em você, Sem sa ...
Continue Lendo

Category: Poetry and poems

somos melhores

Sob as luzes da cidade, Noite após noite, Festejamos nosso encontro, Agora somos infinitos. O depois não importa, Não sei o que vai acontecer, Mas eu quero viver tudo que nos quisermos sentir. E quando suas lágrimas tocaram minha pele, Tive certeza, Eu estava completa. ...
Continue Lendo

Category: Poetry and poems

ainda temos tempo?

Que bom que eu te encontrei aqui, eu temi aquela fosse a última vez, você sabe que sempre chego atrasado, mas será tarde demais para dizer o que eu sinto? Sabe o amor é como fogo, Que só queima quando se consome e quando se é sozinho, o frio destrói cada pedaço da sua alma. Naquela longa no ...
Continue Lendo

Category: Poetry and poems

alguém que se foi

De repente foi embora, tão rápido feito vento, num piscar de olhos ou quase menos. Não me disse quando volta E nem me disse por quanto tempo, se ausenta a qualquer hora E deixa o relógio lento, os ponteiros não se encontram nem o poeta encontra o senso, a poesia de outrora, hoje chora sozinha s ...
Continue Lendo

Category: Poetry and poems

te espero

Como você pôde ir? E ainda pior, como você pôde não voltar. Não conto os dias em que te espero,e por você fui condenado a esperar. ...
Continue Lendo

Category: Poetry and poems